TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
TIVIT One Cloud
By
fevereiro 10, 2017

10 principais mitos sobre Computação em Nuvem – Parte 2

mitos-nuvem-1024x576.jpeg

Seguindo nossa série sobre mitos da Computação em Nuvem, apresentamos os próximos cinco pontos apontados pelo vice presidente do Gartner Group, David Mitchell Smith.

Mito 6: A nuvem é menos segura que recursos locais

A computação em nuvem ainda é vista como algo inseguro. Porém, atualmente tem acontecido poucas falhas de segurança em nuvem pública e a maioria das violações continuam a envolver ambientes de data centers locais.

Conselho: Não pense que provedores de nuvem são inseguros, mas não pense também que são definitivamente seguros. Eles tem que demonstrar seus recursos e capacidades e uma vez que o fazem não há razão para acreditar em sua insegurança.

Mito 7: A nuvem  não é para uso de missão crítica

A computação em nuvem não é tudo ou nada. Ela está sendo – e deve ser – adotada em etapas e em casos específicos.

Conselho: Missão crítica pode significar diferentes situações. Isso pode significar que sistemas complexos e certas abordagens podem facilitar a migração para a nuvem. Soluções híbridas também podem desempenhar um papel fundamental.

Mito 8: Nuvem = Data center

A maioria das decisões de nuvem não são (e não deveriam ser) desligar todos os data centers e migrar tudo para a nuvem. Em geral, a terceirização, modernização e estratégias de data centers estão relacionadas, porém podem não ter relação com a nuvem.

Conselho: Olhe para as decisões de nuvem baseadas em qual serviço terá ganhos rápidos e reais ao invés de acreditar na definição de  que nuvem é tudo ou nada.

Mito 9: Migrar para a nuvem significa automaticamente obter todas suas características

A Computação em Nuvem tem atributos e características únicas. Porém muitas migrações para a nuvem às vezes não exploram todo o potencial desse modelo, fazendo apenas uma “rehospedagem” ou criando ambientes sem escalabilidade e elasticidade. E ainda, muitas aplicações antigas ou proprietárias não conseguem integrar ou extrair todos os benefícios da nuvem, como por exemplo a auto-escala e o balanceamento de carga.

Conselho: Distinguir entre aplicativos hospedados em nuvem de serviços em nuvem. Há alguns benefícios em migrar para a nuvem, porém entender o que vai ser migrado muitas vezes é mais importante do que entender o que é  cloud computing.

Mito 10: Virtualização = Nuvem privada

A virtualização é utilizada comumente para viabilizar a computação em nuvem, porém não é o único modo de implementá-la e acaba por não ser necessário em alguns casos.

Conselho: Utilize o termo certo para o que você está construindo. Você não precisa estar na nuvem para ser bom. Nem tudo vai para a nuvem, então, não tenha receio em chamar seus servidores privados de infraestrutura de TI.

Confira a primeira parte deste artigo aqui

Fonte: Gartner

Receba novidades

Nova call to action
Nova call to action

Categorias

Ver todas