TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
TIVIT One Cloud
By
Fevereiro 10, 2017

AWS ou Microsoft Azure - Qual a melhor opção para a minha empresa?

 

AWS-VS-AZURE-01.png

As ofertas de nuvem têm aumentando bastante, afim de atender a demanda do mercado que está cada vez mais tendencioso a utilizar este tipo de serviços. Os motivos são os mais variados, como o custo benefício, a segurança e a confiabilidade oferecida pela nuvem.

 

Com isso, escolher o provedor correto é sempre uma dúvida para as empresas. A   AWS – Amazon Web Service e a Microsoft Azure, por exemplo, são considerados provedores de nuvem líderes, que fornecem serviços bastante parecidos, porém de maneiras diferentes.

 

Hoje em dia, se a sua empresa adota uma estratégia de multicloud, é possível utilizar ambos os serviços oferecidos por esses provedores, gerenciando um ou outro, conforme o mais adequado para a sua empresa.

 

Para te ajudar a entender o que cada provedor oferece e decidir qual fornecedor de nuvem é adequado para a sua empresa, elaboramos este post comparando os serviços, vantagens e desvantagens que a AWS e a Microsoft Azure oferecem para a sua estratégia de negócio.

Destaques dos serviços ofertados:
Armazenamento:

Segundo o estudo “Key Services Differences Between AWS and Azure — Availability, Network, Compute and Storage” realizado pelo Gartner, em 2015, ambos provedores possuem opções de armazenamento similares.

 

A AWS oferece os serviços como:  Simple Storage (S3), Elastic Block Storage (EBS), Elastic File System (EFS), serviço que importa/exporta grande volume de transferência de dados, backup de arquivo e de armazenamento, que se integra com ambientes no local.

 

A Microsoft Azure por sua vez oferta: armazenamento em bloco Blob, bem como de mesa, Queue e armazenamento de arquivos, além de oferecer Recovery Site, Import Export e Azure Backup.

AWS

As instâncias EC2 vêm com um disco local virtual, mas os dados neste disco podem ser perdidos se a instância falhar. Com o Elastic Block Store (EBS) da AWS oferece armazenamento persistente para as instâncias EC2 e é independente da vida da instância.


O EBS fornece volumes de armazenamento em nível de bloco e pode ser montado como dispositivos executando instâncias do EC2. O EBS se comporta como um dispositivo de bloco sem formatação e os usuários podem criar um sistema de arquivos nele.

 

Existem dois tipos de volumes EBS: Volume padrão e volume de IOPS aprovisionado.
Os usuários podem escolher volumes provisionados de IOPS, quando previsibilidade e alta performance E/S é desejada.

 

Um volume EBS é colocado em uma zona de disponibilidade específica e replicado dentro da mesma zona de disponibilidade. Os usuários podem criar instantâneos consistentes de volumes EBS que serão armazenados no Amazon S3 e replicados automaticamente em várias zonas de disponibilidade.

Amazon Simple Storage Service (S3):  é um armazenamento de dados totalmente redundante para a Internet. Pode ser usado sozinho ou com outros serviços da AWS, como Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2), Amazon Elastic Block Store (Amazon EBS) e Amazon Glacier, bem como repositórios de armazenamento e gateways de terceiros.
Amazon Glacier: oferece armazenamento de baixo custo, especialmente para arquivamento e backup de dados. É otimizado para dados que são raramente acessados e a recuperação de dados pode levar várias horas.
AWS Storage Gateway: é um serviço que conecta um appliance de software local com armazenamento em nuvem para fornecer uma integração perfeita entre o ambiente de TI local de uma organização e a infraestrutura de armazenamento da AWS.

O serviço de Importação / Exportação AWS oferece uma transferência de dados mais rápida dentro e fora da AWS usando dispositivos de armazenamento portáteis em vez de transferir dados através da Internet.

A Amazon oferece ainda o Serviço de Banco de Dados Relacional (Amazon RDS) para dar aos usuários acesso aos recursos do MySQL, mecanismo de banco de dados Oracle ou Microsoft SQL Server.  O Amazon SimpleDB fornece o serviço de banco de dados NoSQL para um conjunto de dados menor, enquanto o Amazon DynamoDB fornece o serviço de banco de dados NoSQL totalmente gerenciado e de alto desempenho.

Microsoft Azure

Azure Storage: oferece flexibilidade para armazenar e recuperar grandes quantidades de dados não estruturados, como documentos e arquivos de mídia com Azure Blobs.

 

O Azure Storage acompanha suas crescentes necessidades de dados, com até 500 TB de armazenamento total por conta. Uma única assinatura suporta até 50 contas de armazenamento, entregando petabytes de armazenamento para os cenários maiores.

 

Se você está construindo um site de consumo ou um aplicativo de dados de grande escala, a Azure foi projetada para lidar com isso.

 

O armazenamento Azure replica automaticamente seus dados para te ajudar a proteger contra falhas inesperadas e te dar a certeza de que estará disponível quando você precisar dele. Três cópias dos dados são mantidas dentro de uma única região.

 

A opção de geo-redundância cria três cópias adicionais a centenas de quilômetros de distância para maior disponibilidade e recuperação em caso de desastres.

 

A Azure Table é um NoSQL datastore que é ideal para armazenar dados não-relacionais estruturados.

Azure Queue: é um serviço para armazenar um grande número de mensagens que podem ser acessadas de qualquer lugar.
Azure File (em Preview): oferece armazenamento de arquivos compartilhado para aplicativos. As máquinas virtuais Microsoft Azure e os serviços em nuvem, podem compartilhar dados de arquivos entre os componentes do aplicativo. Os aplicativos locais podem acessar dados compartilhados por meio de API de armazenamento de arquivos.

A Microsoft fornece também o Azure SQL Database como uma opção de banco de dados relacional como serviço.

Investimento:

Como sempre falamos, o investimento é um quesito importante na hora de migrar para a nuvem.

Quando falamos em AWS e Microsoft Azure, em termos gerais mas com nomenclatura diferentes, os preços são comparáveis. Antigamente a AWS conseguia ofertar seus serviços a um preço mais acessível, o que fez a Microsoft Azure rever os seus.

 

O que temos observado, é que com a oferta de mais provedores e o crescimento da competitividade dos serviços, o cliente é quem pode lucrar e economizar no budget gerenciando diversas nuvens.

Recursos que podemos comparar:
Comparação: AWS e Azure
comparação aws azure.jpeg

Amazon Web Services

Modelos de preços

Os tipos de instância e os preços da AWS dividem-se em três categorias: On-demand, Instância Reservada (RI) e Instâncias Spot.

On Demand

O tipo de instância mais adquirido, e o com o maior custo por hora cobrado, em comparação com as outras duas opções da AWS. O preço total é pago por utilização e não inclui o custo de atualização de velocidade da rede. Sem compromissos de longo prazo exigidos ou taxas iniciais, é a opção mais flexível.

Instâncias reservadas

Os valores relativos as instâncias são pagos previamente para “reservar” uma instância por períodos de um ou três anos. Neste modelo, a Amazon concede bons descontos no valor da hora, em troca do compromisso de longo prazo. Este se desvia do modelo de pagamento por uso e faz com que algumas empresas vejam a instância reservada como Capex em oposição ao Opex, o que prejudica o real motivo para migrar para a nuvem.

Instâncias Spot

Uma instância local é adquirida através de licitação em um leilão, no qual a Amazon determina o preço com base na demanda. Esta instância é significativamente mais barata do que as instâncias reservadas, mas fornece controle zero sobre o seu tempo de vida.

Microsoft Azure
On Demand
O tipo de instância mais comum e mais caro. Tem seus custos horários listados e calculados com base no total de minutos utilizados. Não é necessário firmar um compromisso a curto ou longo prazo, o que fornece um alto nível de flexibilidade para aumentar ou reduzir a capacidade segundo a sua necessidade.
Contratos de seis ou doze meses
As empresas que procuram desconto, podem firmar contratos de seis ou doze meses  que oferecem um preço reduzido na hora de uso. Existe um modelo mensal, bem como um pré-pago, este último com custos ainda mais reduzidos.
Acordos Empresariais      
 
Grandes organizações se inscrevem, com certa frequência, para um Microsoft Enterprise Agreement (EA). Ao fazer um compromisso antecipado de uso com a Azure, elas ganham vários benefícios adicionais, incluindo opções de faturamento flexível e os melhores preços disponíveis.
Modelos de Pagamento
modelo-de-pagamento-aws-azure.jpeg


SLAs

A Amazon e a Azure fornecem um SLA de 99,5% para serviços em nuvem e máquinas virtuais. AWS S3 e Azure Storage ambos oferecem um SLA de 99,9%,enquanto a Amazon Route 53 vem com um SLA 100%, em comparação com um SLA de 99,99% para Azure Traffic Manager. Já o CloudFront e o Azure CDN da AWS vêm com 99,9% de SLA.

Disponibilidade:

A AWS está localizada em diversas regiões, com polos centrais no leste e oeste dos EUA, Brasil, Irlanda, Cingapura, Japão e Austrália e, cada região compreende várias áreas geográficas menores chamadas “zonas de disponibilidade”, que tem como finalidade minimizar o impacto de interrupções e latência, bem como garantir a robustez do sistema.

 

Já a Microsoft possui data centers localizados ao redor do mundo e os serviços da Azure estão disponíveis em 22 regiões, incluindo Estados Unidos, Europa, Ásia, Austrália e Brasil, para garantir alta disponibilidade

 Vantagens
Vantagens AWS vs Microsoft Azure
Vantagens aws azure.jpeg

Desvantagens

Desvantagens: AWS e Azure
Desvantagens aws azure.jpeg


Motivos para escolher AWS ou Microsoft Azure:

Motivos para escolher AWS ou Microsoft Azure:
Motivos aws azure.jpeg
Empresas que se preparam para uma migração de nuvem devem fazer sua lição de casa para encontrar uma melhor solução para eles.

Conclusão

Optar por um provedor ou pelo outro, vai depender de alguns fatores como o seu modelo de negócio, pois cada fornecedor oferece pontos fortes para implementações especificas, além dos tipos de serviços que a sua empresa vai utilizar na nuvem.

 

O ideal mesmo é construir uma estratégia multicloud e utilizar uma plataforma de gestão para gerenciar o que de melhor cada provedor pode oferecer para a sua empresa.

 

Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores!

 

Jornada para nuvem

Receba novidades

New Call-to-action
New Call-to-action

Categorias

Ver todas