TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
Armando Amaral
By
Janeiro 30, 2019

Desafios e cuidados na jornada para a nuvem

jornada-para-a-nuvem

Este artigo foi originalmente publicado no LinkedIn, para acessá-lo clique aqui.


Está cada vez mais difícil ignorar o apelo das vantagens oferecidas pela computação em nuvem para empresas dos mais variados portes e segmentos. Dessa forma, cresce a cada ano o número de companhias que aderem a este modelo.


As vantagens da nuvem


Por que tantas empresas passaram a olhar para as soluções cloud com tanto interesse? Resumidamente, é devido à crescente oferta de serviços com preços acessíveis, flexibilidade na hora da entrega e boa performance. Paralelamente, cada vez mais soluções tecnológicas para o mundo corporativo já são idealizadas para funcionamento otimizado em nuvem, incluindo aplicações consagradas e robustas como o ERP da SAP.


Com a possibilidade de empresas sem recursos de infraestrutura e governança usufruírem da flexibilidade, segurança e possibilidade de colaboração remota oferecia pela computação em nuvem, a procura por estes serviços naturalmente só vem crescendo, o que, indiretamente, gera a impressão de que se trata de uma decisão simples e facilmente executada. E isso não corresponde à realidade.


Os desafios para se obter os benefícios


Para a sua empresa realmente aproveitar todos os benefícios que a nuvem pode oferecer, é necessário tomar certos cuidados com problemas e obstáculos comuns nesta jornada, que podem trazer transtornos e custos imprevistos, além de atrasos e prejuízos operacionais.


A seguir, alguns pontos de atenção, que se bem gerenciados, podem facilitar todo o processo de migração:

 

1. Domínio de seu ambiente e realidade


Pode parecer que não, mas muitas empresas não têm uma visão totalmente clara e precisa de seu parque tecnológico, seus workloads, suas reais necessidades e objetivos ao migrar para este novo formato. Por isso, é comum ocorrer um dimensionamento errado do serviço contratado, para mais ou para menos, o que pode ocasionar problemas de performance, custos excessivos, falta de recursos essenciais e muitos outros problemas.


Para evitar este cenário, trabalhe junto à equipe de TI e outras partes interessadas nos requisitos deste projeto, analisando as opções de mercado para definir qual melhor se encaixa no perfil da empresa. Vale a pena contar com especialistas externos para isso, já que eles possuem expertise em migração e conseguem dimensionar melhor este tipo de requisito.


 2.  Analise o tipo de nuvem ideal


Você pode optar por nuvens públicas, privadas ou híbridas, cada qual com suas vantagens e limitações, e todas podem atender a um tipo específico de público, mas é importante saber quais as características de cada uma e compará-las com as necessidades que sua equipe já havia levantado no início do projeto.


De forma geral, as nuvens públicas têm custos mais atrativos, mas oferecem menos flexibilidade em relação a customização de serviços e formatos; isso faz com que seja uma escolha em geral mais indicada para empresas que estão amadurecendo seu contexto tecnológico e não tem necessidades muito específicas em termos de disponibilização de serviços. No outro oposto, as nuvens privadas trazem mais opções de customização e mais controle do ambiente para o cliente, por isso são a opção de instituições que precisem de um ambiente mais robusto e que atenda a necessidades específicas, com custo previsível. Finalmente, as híbridas mesclam nuvens públicas e privadas para atender a clientes que precisam de máxima flexibilidade para certos sistemas considerando o nível entre legados e aplicações já modernizadas.


 3.   Cuidado com sistemas legados


Algumas organizações dependem de sistemas antigos para gestão e operação, os quais muitas vezes já nem recebem atualizações e são difíceis de serem migrados para novas soluções, mesmo as instaladas localmente. Nestes casos, é altamente recomendado contar com a assessoria externa de especialistas para avaliar como – e mesmo “se” – é possível realizar a migração da aplicação sem prejuízo técnico ou operacional para sua empresa.


Em caso negativo, seu consultor pode prestar assistência para encontrar uma solução mais moderna e já realizar a substituição do sistema legado para um novo e já locado na nuvem, sem ter que gerar o desgaste de fazer duas mudanças grandes consecutivamente.


  4.  Comunicação com os públicos de interesse


Outro aspecto potencialmente problemático e facilmente esquecido na hora de migração é a comunicação com os públicos que potencialmente podem ser afetados pela mudança. Downtime, incompatibilidade com certos programas, mudanças no acesso e gravação a dados e setores do sistema, entre outros elementos, podem acontecer ao se transferir parte ou todo seu ambiente digital para a nuvem, e isso pode prejudicar departamentos internos da empresa.


Para que realmente seja otimizada a operação do negócio e todos possam se beneficiar desta nova modalidade, é importante manter um diálogo fluido com os gestores de cada área e suas equipes, de modo a evitar surpresas e maximizar a qualidade do planejamento.


Conte com os melhores


Como podemos ver, este tipo de migração exige cuidado, planejamento e muita experiência, além de qualidade técnica. Mas isso não é tudo.


Para que esta jornada seja cumprida da melhor forma possível, é necessário que sua empresa conte com um parceiro que realmente entenda seu negócio, e não se limite a dar soluções técnicas padronizadas; pelo contrário, ele precisa mergulhar em sua realidade e oferecer opções para que todos seus projetos sejam conduzidos de forma individualizada, com respostas que efetivamente façam sentido em sua realidade e ajudem de forma decisiva na evolução de sua corporação.


Conte com o apoio de especialistas que saibam como conduzir este tipo de projeto e opte pelo melhor serviço de gestão de nuvens para oferecer o desempenho que sua empresa merece. 

 

New call-to-action

 

Receba novidades

Estudo ISG TIVIT
New call-to-action

Categorias

Ver todas