TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
TIVIT One Cloud
By
novembro 17, 2017

Dicas para o match perfeito com seu provedor de nuvem

Como em todos os nossos relacionamentos, na hora de escolher o provedor de nuvem ideal, também estamos buscando o match perfeito! Escolher aquele que atenda todas as necessidades comuns do seu projeto como segurança, escalabilidade, atendimento, controle de acesso, entre tantos outros pontos, pode ser como encontrar a sua alma gêmea.

Por isso, separamos algumas dicas fundamentais, para considerar na hora de iniciar a sua jornada para a nuvem.

 

Questões técnicas e de negócio

 

É muito importante que o seu novo parceiro entenda do negócio que a sua empresa opera, quais são os seus objetivos e como fazer o relacionamento dessas informações com os conhecimentos técnicos que ele oferece.   

 

Processos e sua integridade

 

Um tópico que pouco falamos é sobre a saúde financeira do provedor. É importante que ele mantenha um registro de estabilidade, além de ter uma situação financeira saudável, para operar com êxito as suas aplicações e a longo prazo.

 

Isso tem tudo a ver com a confiança da relação, é preciso que o seu time tenha afinidade com os princípios e a reputação do provedor. Pesquise sobre o novo fornecedor e sua experiência com a nuvem, veja a avaliação de outros clientes e tente encontrar casos semelhantes à sua realidade.

 

Gerenciamento de riscos, governança e planejamento são políticas básicas que o provedor deverá ofertar formalmente e com transparências. Além de conseguir validar a conformidade, através de auditoria, que comprove todos os requisitos que ele oferta.

 

Workload é compatível com a nuvem

 

Workload significa a quantidade de processamento necessário para que o computador realize uma carga de trabalho, em determinado momento. Essa carga de trabalho consiste em programas executados no computador, por um número de usuários conectados e interagindo com os aplicativos.

 

Em computação em nuvem, quando iniciamos uma máquina virtual ela passa a ser o seu workload, assim executando funções dentro de aplicações. É preciso saber, se o tipo de workload que a sua empresa processa é compatível com o que o provedor oferece, uma avaliação da sua equipe de TI, junto ao provedor, poderá identificar essa compatibilidade.  

 

Recolhimento de impostos

 

Como já abordamos aqui no blog, a Receita Federal publicou seu procedimento de interpretação da legislação tributária, quando esclareceu o Ato Declaratório Interpretativo nº 7/2014 que diz que as operações realizadas com datacenters contratados com empresas fora do país, são tributadas como importação de serviços.

 

E o que isso significa? Se a sua empresa utilizar algum provedor de nuvem como Amazon Web ServicesMicrosoft AzureGoogle Cloud  ela é obrigada não só a registrar as operações no Siscoserv, como também a pagar os impostos incidentes sobre a sua importação.

 

A partir desse entendimento, serão tributadas pelo Fisco as importações de serviços de data centers contratados no exterior nos impostos como PIS, COFINS, IR, IOF, e CIDE/Tecnologia ou CIDE/Royalties.

 

Leia também: Cloud Computing: Migrar ou não ainda este ano?

 

A TIVIT One Cloud, pode ser o cupido para essa relação!

 

Você pode contar com um parceiro de Cloud Broker para regularizar as questões de impostos de forma simples e econômica. Com o TIVIT One Cloud, além de poder realizar o pagamento em boleto, você ainda recebe a Nota Fiscal Brasileira de todos os serviços contratados.

 

Além disso, para o seu relacionamento com o provedor ser perfeito, a sua empresa poderá se beneficiar da nossa Plataforma de Gestão de Nuvem, que pode ajudar a sua empresa a reduzir custos, ao automatizar recursos e monitorar de forma simples e eficiente os gastos de seu ambiente com todos os provedores.

 

Clique aqui e comece agora a usufruir os benefícios do TIVIT One Cloud.

 

Jornada para nuvem

Receba novidades

Nova call to action
Nova call to action

Categorias

Ver todas