TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
Tatiana Lorenzi
By
Julho 10, 2018

Recursos Humanos: para onde estamos indo?

Assim como qualquer outro aspecto da vida profissional atual, os Recursos Humanos estão em transformação profunda devido às mudanças que os panoramas digitais trouxeram para as relações humanas. Novos tipos de trabalhos, regimes de contratação e maneiras de encarar o mercado surgiram em peso nos últimos anos, e a tendência é que essa curva de mudança se acentue mais a cada novo período que atravessamos. 

 

Um exemplo: as crianças nascidas no século XXI já veem o trabalho com um olhar completamente diferente de quem nasceu nos anos 80 ou 90 do século passado. A transformação digital trouxe novas oportunidades e novos conhecimentos que já estão sendo amplamente explorados por eles. Em 1998 era praticamente impensável tirar seu sustento da Internet - algo para poucos, selecionados e detentores de muito conhecimento sobre a rede e suas linguagens. Hoje, milhares de YouTubers, blogueiros, instagrammers, produtores de conteúdo e outros novos profissionais já constituem uma verdadeira indústria, muitos munidos apenas de suas opiniões, um celular e uma conexão com a internet.


A democratização do conhecimento por meio da Internet e a rapidez que esse meio demanda acabaram por criar uma geração de profissionais diferentes de todos os que vieram antes: menos preocupados com formalidades - como diplomas, figurinos sociais ou escritórios próprios - e mais focados em encontrar, com autonomia e agilidade, um propósito dentro de seu trabalho.


Os recursos humanos têm papel fundamental em criar uma união que funcione entre as empresas e esse novo perfil profissional. Criar novas políticas e fazer com que bons profissionais recrutados por suas habilidades e experiências - que muitas vezes substituem ou até mesmo superam o peso de um diploma de grife - não apenas cheguem a uma companhia, mas que queiram ficar nela. A retenção pode se tornar um desafio, pois bem longe de ser uma matemática simples sobre salário, ela passa cada vez mais pelos campos da satisfação e do engajamento de cada empregado e colaborador de uma empresa.


As profissões de hoje não são as do futuro. O amanhã está começando a ser escrito agora, e todas essas mudanças pelas quais os modelos de trabalho e as relações profissionais estão passando agora formam as bases do que definirá o mercado em algumas décadas. 

 

Receba novidades

Nova call to action
New call-to-action

Categorias

Ver todas