TIVIT BLOG

Últimos Posts

Populares

Encontre por categoria
Armando Amaral
By
Outubro 30, 2018

Tendências de ameaças digitais e como se defender delas

Embora seja muito comum lermos textos sobre tendências tecnológicas para melhorar a vida das empresas e das pessoas, ainda são poucos os textos que tratam sobre as tendências que estão surgindo no horizonte em matéria de ameaças à segurança digital, especialmente no que concerne às questões de privacidade e ao vazamento de informações críticas.

Ameaças digitais

Agora, se textos que abordam esse assunto são incomuns, chega a ser ainda mais rara a oportunidade de ler algum material a respeito de como se defender de ameaças digitais que, muitas vezes, ainda nem existem, ou estão em desenvolvimento, ou estão ainda em fase de aprimoramento. E lembrando aqueles velhos ditados que dizem que “o seguro morreu de velho”, e que “é melhor prevenir do que remediar”, esse texto apresenta justamente o que está na vanguarda em matéria de riscos digitais e das formas de uma empresa evitar se expor a esses riscos.

  • Bring Your Own Device (BYOD)

Esse primeiro risco baseia-se em uma tendência que muitas empresas têm adotado ao permitir, e até mesmo incentivar, que seus funcionários tragam e conectem seus próprios aparelhos às redes dessas organizações. Nesse caso, o risco mais evidente é o fato de que nem todos os funcionários são cuidadosos ou possuem um nível de conhecimento em segurança digital que lhes permita prevenir que seus aparelhos sejam alvo de ataques digitais, o que coloca em risco toda a rede corporativa à qual tais equipamentos se conectem.

  • Machine-Learning “Adversário”

Do mesmo modo que podemos usar o aprendizado de máquina para gerar sistemas de inteligência artificial cada vez mais sofisticados e colaborativos, essa mesma tática pode ser usada para tornar as máquinas cada vez mais competentes no sentido de desenvolver ameaças digitais ou explorar brechas de segurança que colocam em risco a privacidade dos dados sensíveis de pessoas e empresas.

  • Aplicativos sem Servidor

Com o avanço das tecnologias ligadas ao armazenamento e ao processamento de dados na Nuvem (Cloud Computing), aumentam-se os riscos de que uma pessoa que utilize esse tipo de aplicativos de forma menos cuidadosa torne toda uma rede de informações e sistemas corporativos vulnerável a malwares de todo tipo, invasões e espionagem.

 

Considerando tudo isso, contratar um fornecedor de serviços de cyber security pode fazer uma enorme diferença no nível de risco digital ao qual as empresas estão expostas. Confira abaixo o que esses serviços podem oferecer a seu negócio:

  • Segurança de Infraestrutura Informática, com ferramentas de gestão de Firewall, VPN Antivírus, Web Proxy, e Filtro de Conteúdo, entre outras funcionalidades;

  • Segurança de Aplicações, capaz de realizar controles e análises comportamentais em todos os acessos realizados;

  • Segurança de Usuários, com gestão de perfil, confidencialidade de identidade corporativa, e integridade nos acessos dos usuários de sistemas informatizados;

  • Monitoramento de Vulnerabilidades, proporcionando a constante ativação e o funcionamento ininterrupto das políticas de segurança da informação;

  • Prevenção de Ataques de Negação de Serviço, com funcionalidades que identificam e mitigam ataques de alta e baixa volumetria sobre os recursos de infraestrutura ou Internet;

Assim sendo, fica claro que a decisão de manter sua empresa na vanguarda da segurança digital é cada vez mais estratégica para o bom desenvolvimento das operações corporativas, prevenindo riscos de quebra de privacidade e vazamento de informações críticas. Afinal, poucas coisas são mais valiosas para uma empresa do que a certeza de que seus dados permanecem tão acessíveis, quanto seguros.

 

New call-to-action

Receba novidades

New Call-to-action
New Call-to-action

Categorias

Ver todas